Como começar a se preparar para Enem 2021 – provas impressas e digitais

Última atualização em 22 de dezembro de 2020

Enem 2021 está chegando gradualmente. Então, Como começar a se preparar para Enem 2021? Aqui neste artigo, temos muitas dicas para você mandar bem nas provas impressas e digitais em janeiro.

O Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, é uma porta de entrada para a realização de uma graduação. Muitas vezes é a única chance para alguém de baixa renda conseguir um curso superior.

Também participam pessoas de classes altas, que estudaram em escolas privadas mas tem o sonho de estudar em uma Universidade Federal. Já existem universidades que deixaram de fazer o vestibular tradicional e a única forma de ingresso é através do Enem.

Com o Enem é possível ingressar tanto em instituições públicas através do Sisu, quanto em instituições privadas através do Prouni e do Fies. A partir de uma nota, você pode conseguir vaga em qualquer cidade do país.

Como começar a se preparar para Enem 2021?

sala de prova enem 2020

Organize seus estudos

A primeira coisa de tudo é planejar e se organizar. Veja planos de estudos prontos, analise as provas anteriores e leia bem o edital. A partir de todas essas informações elabore seus próprio plano de estudos.

Faça um plano geral, tudo que você precisa estudar, revisar e aprender. Depois faça planos mensais a partir dele. Crie metas a cumprir a cada dia e a cada semana.

Caso tenha interesse existem diversos cursos online acessíveis que elaboram seu plano de estudos, como o Mesalva, Descomplica e o Stoodi. Ao mesmo tempo tem vídeos de tudo que é conteúdo no Youtube, basta pesquisar.

Encontre a melhor forma, se organize e comece a focar…

Mantenha o foco

Para que consiga seguir o seu plano de estudos é essencial que mantenha o foco. Diminua gradativamente o uso das redes sociais, guarda seu celular longe de você nos momentos de estudo.

O seu sucesso dependerá da sua dedicação e compreensão dos conteúdos. Não adiantará nada fazer exercícios se olhar o celular a cada cinco minutos.

Lembre que na hora da prova serão horas sem nenhum objeto eletrônico, quanto mais tranquilo e habituado você estiver, melhor.

Leia clássicos

apostilas enem

O Enem não possui nenhuma leitura obrigatória, mas você consegue entender e responder muito melhor sobre o que já conhece, não é?

A prova de Linguagens pode ser bem complicada para quem não tem o hábito da leitura, traz trechos de literatura antiga com uma linguagem muito diferente do seu dia a dia.

Pensando nisso listamos alguns livros para você ler e ter maior compreensão resolvendo as questões da prova:

  • Agosto – Escrito por Rubem Fonseca e publicado em 1990;
  • A Hora da Estrela – Escrito pela Clarice Lispector, publicado em 1977;
  • Grande Sertão: Veredas – Escrito por Guimarães Rosa, publicado em 1956;
  • Triste Fim de Policarpo Quaresma – Escrito por Lima Barreto, publicado em 1915;
  • Iracema – Escrito por José de Alencar, publicado em 1865;
  • Capitães de Areia – Escrito por Jorge Amado, publicado em 1937;
  • O cortiço – Escrito por Aluísio Azevedo, publicado em 1890.

Além de te ajudar na prova de linguagem por conseguir se adaptar a escrita, muitas vezes esses livros lhe darão uma visão histórica e sociológica da época, o que também poderá ajudar na prova de Ciências Humanas.

Outra coisa importante na hora de se preparar é se manter sempre atualizado. O Enem busca trazer problemas, críticas e análises sobre o que está acontecendo ao redor do mundo hoje também.

Como tirar nota mil na redação

tirar nota mil na redação

O Enem é uma das portas para ingressar dentro do ensino superior, e a redação do Enem, é uma das aplicações que deixam os vestibulandos mais amedrontados.

Tendo como categoria de texto a dissertação-argumentativa, é importante que os estudantes saibam construir uma tese inicial e defenda diferentes pontos de vista ao longo do texto. Para saber como produzir um bom texto na hora da prova, siga o seguinte passo a passo:

Faça a leitura da prova

É importante que se leia toda a proposta de redação, os textos de apoio fornecidos, além das questões envolvendo a língua portuguesa, pois demais questões da prova, podem lhe fornecer informações e posicionamentos diferentes, ainda não tido pelos alunos, sobre o tema da redação.

Crie um esboço de ideias

Agrupe todas as ideias possíveis que tiver sobre o tema, em um cantinho da folha. Junto aos possíveis direcionamentos de cada uma das ideias. Para que você não se perca nos seus posicionamentos e ideias.

Estruture o seu texto

Lembrando que o texto dissertativo-argumentativo é baseado na seguinte estrutura: Introdução, desenvolvimento e conclusão; é importante iniciar a escrita pelo começo, ou seja, pela introdução. Fazendo uma primeira versão de rascunho do texto.

Nesta primeira parte, é o primeiro contato do leitor e/ou corretor com o seu texto, sendo que assim é necessária uma apresentação do tema. É importante, ainda nessa fase inicial, já apontar sua tese e as possíveis vertentes existentes sobre a temática, ou seja, o recorte que será utilizado sobre o tema. Evite fazer rodeios.

No desenvolvimento é a hora de defender com argumentos, a sua tese e as possíveis vertentes apresentadas. Lembrando que é através da argumentação que você vai convencer o seu leitor e/ou corretor, sobre o seu posicionamento e suas ideias. Portanto seja claro na utilização das informações. Separe em parágrafos diferentes cada argumento apresentado.

Por fim, é necessário criar a conclusão. Sendo esta uma das mais importantes fases do texto. Pois além de alinhar e relacionar todas as ideias, fazendo um desfecho do debate, é na conclusão que o estudante precisa apontar uma intervenção social para o problema. Que tenha ligação direta com os argumentos já apresentados, e que seja plausível para a resolução do tema.

Apesar de não valer tantos pontos, o título do texto deve ser pensado de forma conjunta com o texto. Deve ser um breve resumo, com poucas palavras, do que o texto retrata. Deve ser curto e abordar o que está presente na redação.

Revisão do texto

Recomendado ser feito apenas no final da realização da prova, é de extrema importância que tenha uma segunda ou terceira leitura, como forma de revisão do texto em que foi redigido. Avalie e a coerência do texto, além de corrigir possíveis erros gramaticais. Substitua palavras na qual você tenha dúvidas em relação a grafia. E só depois passe o texto a limpo na folha de redação oficial.

Uma boa prática redacional exige treino, portanto utilize os meses que antecede a prova para produzir o maior número de redações possíveis e corrigir seus erros.

Seguindo das dicas, você também vai conseguir nota mil na redação do Enem 2021! Boa sorte.

Para fazer uma boa redação do enem, também precisa aprender as citações para redação. Leia outros artigos do site.

Estar sempre atento às notícias, assuntos polêmicos e movimentos sociais também podem te ajudar a se preparar para a redação, que sempre pede para que você traga uma solução imediata para algum problema do Brasil.

Provas Enem 2021

caderno de respsota prova do enem

As provas do Enem 2021 já estão às portas! E você precisa organizar o seu dia para que possa aprender o maior número possível dos conteúdos. Afinal, todo o tempo deve ser bem utilizado a fim de obter uma pontuação acima da média.

Embora nem tudo que estude venha a constar na prova, é primordial que saiba com clareza sobre o que estudar para o Enem 2021. Desse modo, seu estudo é mais direcionado e focado no que realmente importa.

Assim, abaixo você terá os assuntos que, possivelmente, farão parte das questões. Por esse motivo, vale a pena considerar estas sugestões.

Como você bem sabe, as provas acontecerão dois domingos subseqüentes.

No primeiro domingo, será a redação, linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. Já no segundo domingo, será de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Então, para saber o que estudar para Enem 2021 veja abaixo os assuntos possíveis que deve dar atenção.

Primeiro domingo

  • Inglês e/ou espanhol – interpretação e compreensão do texto
  • Português – semântica, interpretação de texto, movimentos artísticos e culturais, tipos e gêneros textuais, variação lingüística, função da linguagem
  • Filosofia – ética e política, epistemologia, metafísica e lógica
  • Sociologia – cultura e patrimônio cultural, identidade, gênero e socialização, estado, democracia, sociedade civil
  • História – Brasil Império, Primeira República, Idade Medieval, Brasil Colônia, Idade Moderna, Regime Militar
  • Geografia – Globalização, espaço urbano industrial, questões ambientais, recursos naturais, climas e vegetações, espaço rural

Segundo domingo

  • Química – orgânica, propriedade dos materiais, reações inorgânicas, estrutura atômica, eletroquímica, ligações químicas, termoquímica, química ambiental
  • Física – as leis de Newton, ondulatória, óptica, termofísica, cinemática, eletricidade, física moderna, eletromagnetismo
  • Biologia – ecologia, meio ambiente, citologia, genética, evolução, embriologia e histologia animal, zoologia, bioquímica
  • Matemática – estatística, matemática financeira, geometria plana, espacial, funções, probabilidade, equações, polinômios, inequações, aritmética, conjuntos.

Essas foram algumas sugestões sobre o que estudar para o Enem 2021 conforme a quantidade de vezes que constaram na prova. Desse modo, você pode se basear a fim de estudar melhor!

E, pela primeira vez na história do Enem, temos enem digital, que acontecem em terceiro e quarto domingo.

Não se esqueça que a redação é fundamental para aumentar os seus pontos. Portanto, pratique constantemente. Assista os principais eventos, acontecimentos atuais, pois são eles que serão pedidos de você!

Algumas dicas rápidas

prova e gabarito anterior

  • Aprenda com as provas e gabaritos das edições anteriores – link oficial: AQUI
  • Tenha foco ao estudar. Para isso, elimine as distrações como as mensagens do whatsApp
  • Não deixe de estudar um só dia
  • Faça sempre exercícios depois do que aprendeu
  • Analise as questões anteriores para ter uma idéia de como as provas foram elaboradas
  • Tente extrair o máximo de associações, pois fará você lembrar rapidamente de cada assunto
  • Crie um cronograma detalhado a fim de facilitar a distribuição dos assuntos e, cada dia da semana

Comente se deseja acrescentar algum assunto ou sobre os seus estudos. Compartilhe, caso seja do seu agrado, pois assim estará ajudando o blog a crescer.

Obs: chamamos o Enem 2020 que acontece em janeiro de Enem2021, porque o Enem 2020 sofre adiamento por 2 meses devido a pandemia.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *